top of page
Buscar
  • Vinicius Vital

Corpo de Roberto Dinamite é sepultado em cemitério em Duque de Caxias - ONDA CERTA FM 99.5

Maior ídolo da história do Vasco morreu aos 68 anos

Rio - O corpo de Roberto Dinamite, maior ídolo da história do Vasco, foi sepultado na tarde desta terça-feira, no cemitério Nossa Senhora de Belém, em Duque de Caxias, na Baixada Fluminense. O ex-atacante foi enterrado ao lado do seus pais. A cerimônia contou com a presença do ex-jogador Edmundo. Na entrada do cemitério, centenas de torcedores se fizeram presentes para prestar suas últimas homenagens ao ídolo do clube de São Januário.

Continua após a publicidade



Em seu funeral aberto ao público, realizado na última segunda, em São Januário, diversas personalidades estiveram presentes. Entre elas os ídolos do Flamengo, Zico e Júnior, o ídolo do Fluminense, Fred, o presidente do Tricolor, Mario Bittencourt, o presidente do Botafogo, Durcesio Mello, e o treinador Luís Castro, além do presidente do Vasco, Jorge Salgado, e diversos ídolos do Cruzmaltino como Edmundo, Pedrinho, Felipe, Mazinho e o atual elenco do clube de São Januário.

Compareceram também autoridades públicas como o prefeito Eduardo Paes, o secretário estadual de transportes e ex-prefeito de Duque de Caxias, Washington Reis, e o ex-presidente da Mangueira e atual deputado estadual, Chiquinho.

Na manhã desta terça-feira, houve uma missa em São Januário, restrita a amigos e familiares de Roberto Dinamite. O ex-jogador Edmundo esteve presente. Por volta de meio-dia, o corpo do maior ídolo da história do Vasco deixou São Januário para o começo do cortejo em direção ao cemitério em Duque de Caxias.

Continua após a publicidade



Maior ídolo da história do Vasco, Roberto Dinamite lutava contra um câncer no intestino desde o fim de 2021. O ex-jogador teve uma complicação no seu quadro de saúde no último sábado, precisou ser internado e acabou morrendo na manhã do último domingo, aos 68 anos.

Roberto Dinamite defendeu o Vasco por três décadas (1970, 1980 e 1990) conquistando cinco Estaduais e um Brasileirão. Ele disputou disputou 1.110 partidas e marcou 708 gols, vestindo a camisa do clube de São Januário.


FONTE: O DIA

1 visualização0 comentário
bottom of page