Buscar
  • Vinicius Vital

Polícia prende feirante em campo grande por assassinato após uma briga - RÁDIO ONDA CERTA


Marcelo Batista foi preso nesta terça-feira - Reprodução

Policiais da Delegacia Especial de Atendimento à Mulher da Zona Oeste (Deam-Oeste) prenderam, nesta terça-feira, o feirante Marcelo Batista, de 46 anos, que matou Luiz Carlos da Silva, durante uma briga em Campo Grande. A discussão começou quando Marcelo chamou Luiz Carlos de "gordo" e este foi tirar satisfação. Os dois não se conheciam.

O crime aconteceu em 19 de janeiro de 1997, na Estrada do Mendanha. Por causa do assassinato, Marcelo foi condenado pela 2ª Vara Criminal do Rio a seis anos de prisão por homicídio qualificado por motivo fútil e sem possibilidade de defesa da vítima, em regime semiaberto. No entanto, no último dia 21 de maio, a Justiça expediu um mandado de prisão contra ele. De acordo com a delegada Mônica Areal, titular da Deam-Oeste, no momento do crime, Luiz Carlos foi tirar satisfação com o feirante após ter sido chamado de "gordo". Depois de uma discussão, ele virou as costas, quando foi baleado e morreu na hora.

"Matou por motivo mais que fútil. É o tipo de criminoso que sai querendo matar", diz a delegada.

Após matar Luiz Carlos, Marcelo foi preso em flagrante por policiais militares e confessou o crime.

5 visualizações
This site was designed with the
.com
website builder. Create your website today.
Start Now